campanha

 

Como foi relatado nas duas Assembleias de turno que fizemos nesta quinta feira, 28 de julho de 2016, a CPFL rompeu a negociação que vinha fazendo com a Flaskô e cortou a luz no momento em que ainda estávamos reunindo o total a ser pago. O quê noz fez perder dois  turnos de produção.

Decidimos por chamar imediatamente ato público em frente à CPFL às 14h. Pedimos ampla solidariedade e divulgação!!! Recebemos a solidariedade da Vila Soma, lideranças da Vila Operária, Marcio Rap, Esquerda Marxista, militantes de partidos de esquerda e várias e vários trabalhadores que se dispuseram a participar.

Como há a demora de sempre para noz receber tornando o ato ainda mais cansativo e desgastante, decidimos ocupar o saguão de entrada enfrentando a segurança da empresa como podem ver nas fotos. Em 5 minutos a polícia chegou mas não tinha como entrar pois fechamos a porta de vidro e avisamos a empresa e a polícia que só abriríamos se a comissão da Flaskô fosse recebida em 5 minutos. A empresa finalmente recebe a comissão de trabalhadores que foi vitoriosa na negociação e a energia foi religada antes mesmo de voltarmos.

Conseguimos religar a energia, mas temos até a próxima semana para pagar e renegociar outras contas de energia. Portanto foi uma vitória pontual, momentânea e o prejuízo para a produção de pelo menos dois turnos e agora temos que correr atrás.

Parabéns a todas e todos, mas sigamos unidos, pois só isso pode noz permitir vencer oz próximos desafios que virão!

Compartilhe:
FaceBook  Twitter