Categorizado | Cultura

Operação tenta calar a voz das rádios

Escrito em 24 novembro 2011 por admin

As rádios comunitárias e as rádios livres são meios de comunicação feitos por pessoas comuns, que veiculam suas mensagens, suas músicas, sua arte, suas informações. Serve para a galera das comunidades se comunicar, se ouvir, se identificar e poder receber algo diferente da manipulação das grandes emissoras, que mal conhecem os lugares de que falam.

Mas, infelizmente, os Governos não acham isso importante. Segundo Jerry Oliveira, coordenador da ABRAÇO (Associação Brasileira de Rádios Comunitárias), a ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), junto com a Policia Federal, realiza uma grande operação de fechamento das rádios no Brasil. Só na região de Campinas, os agentes tentaram fechar nove emissoras, mas só conseguiram fazer isso com uma. Como já estavam sabendo das operações, os radialistas organizados conseguiram resistir e impedir mais fechamentos.

No dia 15/09 a Rádio Muda (rádio livre localizada na Unicamp) recebeu a visita de dois agentes da Policia Federal à paisana. Segundo uma das participantes do coletivo, eles chegaram pedindo para conhecer o lugar, mas deixaram cair uma carteira e foram descobertos. Mesmo com as autoridades dentro da rádio, os programadores conseguiram retirar o transmissor. Outros agentes tentaram seguir o automóvel que levava o transmissor mas os programadores, no mesmo instante, fizeram uma corrente e não permitiram a passagem deles. Houve uma entrevista filmada com esses agentes que estavam dentro do carro, cobrando a necessidade de permissão da Reitoria para entrar no campus. Vendo que não tinham outra opção, os policiais foram embora. A Rádio Muda, logo depois, continuou sua transmissão (88,5 FM) e continua na luta.

Para saber mais sobre as rádios comunitárias, acesse abracosp.blogspot.com, para saber mais sobre as rádios livres acesse radiolivre.org. Veja também o vídeo no You Tube – “3 X 1 Rádio Muda”, feito na hora da chegada dos agentes à Rádio Muda.

Deixe uma resposta