Categorizado | Destaque, Mundo

Outro 11 de setembro: Chile 1973

Escrito em 24 novembro 2011 por admin


Não é só o 11 de setembro norte-americano que marca com sangue a História, em 1973, no Chile, nessa mesma data teve início o Golpe Militar que levaria o país a uma ditadura sob o comando de Augusto Pinochet.

Por Ironia do destino (ou não), o Golpe Militar no Chile teve ajuda dos Estados Unidos que eram contra o até então governo do presidente eleito pela maioria da população, Salvador Allende, que buscava fazer um governo popular, instaurando o socialismo no Chile. Para isso Allende já havia distribuído terras entre a população e colocado as fábricas sob controle operário. Assim o governo de Nixon, presidente dos EUA na época liberou mais de 10 milhões de dólares com o objetivo de junto com a CIA, acabar com o governo de Allende. Fez um embargo econômico contra o Chile e juntou-se com neofascistas chilenos para chegar ao seu propósito, bombardeando fábricas e centrais elétricas, tudo para gerar o caos entre a população chilena. Mesmo assim o povo foi a rua gritando: “Allende, Allende, o povo te defende”. Até que em 11 de setembro de 1973 o presidente Nixon dos EUA comandou um ataque aéreo ao palácio onde Allende e seus ministros estavam, matando-os. Teve assim início o Golpe Militar, com um saldo de mais de 30 mil mortos, inúmeros torturados e presos sem julgamentos, muitos tiveram que fugir de seu próprio país por medo. A Ditadura Militar no Chile durou 20 anos, e muitas poucas pessoas lembram das atrocidades desse outro 11 de setembro.

Deixe uma resposta