Peça ‘Este lado para cima’ e atração na Vila Operária

Escrito em 18 abril 2011 por admin

O grupo de São Paulo Brava Companhia veio apresentar-se gratuitamente na Vila Operária, ocupação de moradias no terreno da fábrica ocupada Flaskô, em Sumaré.

A peça fala sobre as cidades e sobre a relação das pessoas com o trabalho. A maioria acredita que “o trabalho enobrece”, que com o trabalho atingiremos a felicidade. Nesta narrativa os representantes do poder criam uma situação de crise e, ao mesmo tempo, uma bolha onde ficarão confinados para resolver e vigiar os problemas da população. Esta bolha paira por cima das cabeças dos moradores e são eles próprios que a mantêm no alto por meio do trabalho realizado em estações de bombeamento, criadas para conduzir o combustível que alimenta a bolha.

Os integrantes da Brava Companhia fizeram questão de chegar bem antes da apresentação para conhecer melhor a história da Flaskô. Ouviram como a fábrica foi ocupada, de que forma ela funciona atualmente sem um patrão, como estão as atividades de teatro dentro do espaço cultural. E o grupo também contou bastante de seu histórico, de seus novos projetos e de seu espaço de apresentações, o Sacolão das Artes, que também foi ocupado.

“Este é um grupo da periferia da zona sul de São Paulo. Eles querem provocar uma reflexão crítica sobre a sociedade de hoje – tentam mostrar que muitos problemas não são pessoais, mas sim sociais. É muito bacana como eles conseguem tratar de um tema complexo de uma forma bem simples e didática.” disse uma das participantes do grupo de teatro Cassandra.

A peça terminou, mas deixou sua marca. Tanto na memória de todos os que a assistiram como no muro que fica ao lado da fábrica ACR: nele há um cartaz com os dizerem “Trabalhadores, é hora de perder a paciência”.

Deixe uma resposta