Categorizado | Destaque, Mundo

Trabalhadores da Tunísia botam o presidente pra correr

Escrito em 01 fevereiro 2011 por admin

O presidente-ditador da Tunísia, Ben Ali, estava a 23 anos no poder. Apesar da maioria das pessoas acharem que as coisas estavam erradas e que os políticos eram corruptos, elas não viam como podiam mudara situação.

No ano de 2009 a crise econômica pegou feio no país e muita gente foi demitida . Os patrões avançaram pra tirar direitos dos trabalhadores e os salários ficaram ainda mais baixos .

O povo começou a sair na rua e a polícia desceu a borrachada. A situação ficou ainda pior depois que um jovem de 26 anos, que trabalhava de ambulante, tacou fogo em si mesmo porque a polícia tinha tomado a sua barraquinha.

As pessoas começaram a ter mais medo da miséria do que da morte. Foram pra cima da polícia. O presidente-ditador mandou o exército matar a população, mas o exército disse “não” e ficaram do lado do povo. Nesse dia, 14 de janeiro de 2011, Ben Ali foi obrigado a sair fugido do país. A população está tentando se libertar desses parasitas e construir na prática um mundo melhor.

Deixe uma resposta