Arquivo | Mundo

Ataques contra o WikiLeaks

Escrito em 01 fevereiro 2011 por admin

Dia 28 de novembro o site WikiLeaks começou a publicar documentos confidenciais de embaixadas americanas de todo o mundo. Como ele era hospedado em um provedor americano, dia 03 de dezembro o site foi tirado do ar. 6 horas depois conseguiram voltar ao ar hospedando o site em um provedor suíço.

Quatro dias depois (7 de dezembro) o criador do site, Julian Assange, foi preso em Londres acusado por crimes sexuais. Ele nega as acusações de ter feito sexo sem o consentimento da parceira, mas assume a acusação de ter feito sexo sem camisinha – o que é crime na Suécia. No entanto, ativistas que defendem o WikiLeaks afirmam que a prisão está diretamente ligada ao vazamento dos documentos.

Uma das evidências é o recente boicote das empresas Mastercard e Visa. Depois que o site começou a pedir doações on-line para continuar suas atividades, as operadoras de cartão de crédito anunciaram a suspensão dos pagamentos feitos ao WikiLeaks. Além disso, o banco suíço Postfinance fechou a conta de Assange.

Como resposta a esse boicote um grupo de hackers conseguiu deixar os sites da Mastercard, do banco Postfinance e do escritório de advogados que acusam Assange fora do ar por alguns períodos. O grupo alega estar lutando pela “liberdade na internet” e contra a censura.

Dia 16 de dezembro o tribunal de Londres tomou a decisão de permitir que Assange aguarde o processo em liberdade. Para isso teve que pagar uma fiança de R$ 200 mil libras (aproximadamente 532 mil reais).

O que é o WikiLeaks?

WIKI = palavra havaiana que significa “muito rápido”

LEAKS = palavra em inglês que significa “vazamentos”

WikiLeaks é um site sem fins lucrativos criado por Julian Assange em 2007. Sua meta é trazer notícias e informações importantes à público. Seu princípio mais amplo é a defesa da liberdade de expressão e de publicação, a melhoria do nosso registro histórico comum e o apoio aos direitos de todas as pessoas criarem uma nova história.

O site recebe informações anônimas, investiga sua veracidade e publica. Ficou famosa por revelar documentos confidências de diversos países.

O que diz o fundador?

“Há a questão sobre que tipo de informação é importante para o mundo, que tipo de informação pode gerar uma reforma. E há muita informação. Então as informações que organizações estão fazendo um esforço econômico para esconder, isso é um bom sinal de que quando essa informação estiver disponível, há uma esperança dela fazer algo bom.” – Julian Assange

ASSINE A PETIÇÃO PELO FIM DOS ATAQUES AO WIKILEAKS:

http://www.avaaz.org/po/wikileaks_petition/?vl

Comentário (0)

O sistema de saúde nos EUA consegue ser pior que o do Brasil

Escrito em 01 fevereiro 2011 por admin

Congresso dos EUA querem tirar a proposta da reforma da Saúde. A proposta era universalizar a saúde para os americanos. A Saúde nos EUA é ainda pior que no Brasil, quem não tem dinheiro pra pagar, morre e quem tem algum dinheiro é enganado pelos convênios médicos que fazem de tudo para não gastar um tostão.

Os congressistas tiveram a cara de pau de dizer que o problema das dívidas do Estado Americano é este projeto de reforma da Saúde. Mas em dois mil e nove o congresso aprovou dar de mão beijada 1,45 trilhões de dólares pra salvar os banqueiros.

Comentários (1)

Trabalhadores da Tunísia botam o presidente pra correr

Trabalhadores da Tunísia botam o presidente pra correr

Escrito em 01 fevereiro 2011 por admin

O presidente-ditador da Tunísia, Ben Ali, estava a 23 anos no poder. Apesar da maioria das pessoas acharem que as coisas estavam erradas e que os políticos eram corruptos, elas não viam como podiam mudara situação.

No ano de 2009 a crise econômica pegou feio no país e muita gente foi demitida . Os patrões avançaram pra tirar direitos dos trabalhadores e os salários ficaram ainda mais baixos .

O povo começou a sair na rua e a polícia desceu a borrachada. A situação ficou ainda pior depois que um jovem de 26 anos, que trabalhava de ambulante, tacou fogo em si mesmo porque a polícia tinha tomado a sua barraquinha.

As pessoas começaram a ter mais medo da miséria do que da morte. Foram pra cima da polícia. O presidente-ditador mandou o exército matar a população, mas o exército disse “não” e ficaram do lado do povo. Nesse dia, 14 de janeiro de 2011, Ben Ali foi obrigado a sair fugido do país. A população está tentando se libertar desses parasitas e construir na prática um mundo melhor.

Comentário (0)

Trabalhadores ocupam casas vazias na Espanha

Trabalhadores ocupam casas vazias na Espanha

Escrito em 14 dezembro 2010 por admin

Trabalhadores pobres, imigrantes e mesmo estudantes ocupam casas vazias em Barcelona. As casas estão em bom estado e não são utilizadas para nada. Os donos esperam ganhar dinheiro com especulação, ou seja, deixando parada pra quando o aluguel tiver bem caro eles alugarem.

Na outra face da moeda muitos trabalhadores estão com dificuldades de pagar aluguel e até mesmo de comprar uma casa. Juntou a fome com a vontade de comer. Surgiu um movimento que ocupa essas casas reivindicando moradia digna para todos. “Acho que todos que precisam de casas devem fazer isso” disse um dos moradores. Segundo ele “é um absurdo ter pessoas sem casa e casas vazias no mesmo lugar. Tem mais é que ocupar mesmo”.

Comentário (0)

Inambari, polêmica hidrelétrica brasileira, provoca violento protesto no Peru

Escrito em 14 dezembro 2010 por admin

O Brasil vive atualmente um “boom” de hidrelétricas. Na Amazônia temos as duas do rio Madeira, Belo Monte no Xingu e o complexo do Tapajós com cinco hidrelétricas que irão a leilão ainda esse ano.

E essa onda não se restringe aos limites de nosso país – o Brasil está exportando suas mega hidrelétricas aos países vizinhos, como o Peru. Mas estas obras afetam diretamente vários povos indígenas.

Peru e Brasil assinarão o Acordo para o Fornecimento de Eletricidade ao Peru e Exportação de Excedentes ao Brasil, que durará 30 anos.

As seis hidrelétricas que serão construídas na Amazônia zeruana gerarão mais de 7 mil mw a partir do início de seus funcionamentos em 2015. A demanda energética atual do Peru é de 4 mil mw, mas o Brasil promove e financiará essas obras com a pretensão de comprar 80% da produção total.

O número de hidrelétricas não ficará em apenas seis: ambos os governos falam de um total de 15 hidrelétricas a serem construídas com tecnologia brasileira para atender o mercado local, gerando cerca de 20 mil mw.

Com o início de suas obras previsto para o final deste ano, Inambari, a primeira hidrelétrica a ser construída, inundará 27 centros povoados peruanos, deslocará 3.500 pessoas e afetará 4.600 moradores indiretamente.

Comentário (0)

Nova tragédia no Haiti

Nova tragédia no Haiti

Escrito em 14 dezembro 2010 por admin

Novamente o Haiti vive uma desgraça. No início do ano o país sofreu um grande terremoto e quem pagou o preço foram os mais pobres. Mais de 200.000 pessoas morreram. Os países ricos, que tem empresas por lá, mandaram “ajuda” para proteger as suas empresas. Mesmo o Brasil mandou o exército e, segundo um dos comandantes do exército, pra “conter os pobres”.

Agora, em novembro, o país sofre com o aumento da cólera. Novamente os empresários só estão preocupados em manter seus negócios funcionando e não ajudam o país a sair deste buraco. Os haitianos foram às ruas no dia 15 para protestar contra isso, pedindo uma ajuda séria e foram recebidos com violência pelo governo.

Comentário (0)

Mulher é morta por injeção letal nos EUA

Mulher é morta por injeção letal nos EUA

Escrito em 25 novembro 2010 por admin

Quem aparece na foto é a americana Teresa Lewis, de 41 anos, acusada de conspirar para matar o marido e o enteado. Foi morta por injeção letal em 23/09.

A 12ª vez que uma mulher foi executada nos EUA. No mesmo período morreram 1.215 homens.

Lewis tinha um Q.I. de 72, sendo 70 o limite abaixo do qual se considera que a pessoa é portadora de deficiência mental.

Na mesma semana o iraniano Ahmadinejaad denunciou uma “campanha midiática contra o Irã” no caso Sakineh Mohammadi Ashtiani, uma iraniana de 43 anos condenada à morte sob acusação de adultério e participação no assassinato do marido. A imprensa se mostrava indignada contra a execução da iraniana mas calava-se sobre Teresa Lewis.

Comentário (0)

Juventude luta nos EUA.

Juventude luta nos EUA.

Escrito em 25 novembro 2010 por admin

Imigrantes lutam pelo fim da deportação de jovens | Foto: SWER

Pouco se houve falar da juventude nos EUA. Mas o ano de 2010 começou no EUA com uma marcha de 2.580Km organizada pelo Movimento Estudantil. O principal ponto na pauta foi o fim da deportação de jovens. Nos dois primeiros anos do governo Obama nada mudou. E o Senado tem se recusado a votar uma lei que torna os estudantes Universitários, que estão há mais de 5 anos no pais cidadãos americanos.

O que acontece hoje é que os estudantes são capturados, arrancados das salas de aula e deportados. Muitos deles nascidos nos EUA, ou que passaram quase toda sua vida lá.

Por isso no colégio o movimento estudantil levantou a bandeira de defesa dos imigrantes.

“A High School é uma máquina de assimilação, nossos colegas nos veem como americanos. Crescemos juntos e não aceitaremos mais calados a separação ao atingir a maioridade”, afirma Felipe Matos, brasileiro e um dos dirigentes do Studentes Working for Equal Rights.

Comentário (0)

França: Trabalhadores vão as ruas

França: Trabalhadores vão as ruas

Escrito em 25 novembro 2010 por admin

O presidente da França, Nicolás Sarkozy, resolveu aumentar o tempo necessário para os trabalhadores se aposentarem de 60 para 62 anos. Isso faz parte do plano de governo de tirar dinheiro e direitos dos trabalhadores para ajudar os empresários, que estão cada vez mais endividados. Neste caso, é a Reforma da Previdência que está em questão.

Os trabalhadores sabem que isto faz parte do plano de ajudar as irresponsabilidades dos empresários, que só querem aumentar os lucros e não se preocupam com a qualidade de vida dos cidadãos franceses. Por conta disso foram às ruas e “fecharam” a França em protesto. Fecharam quase todas as estradas de acesso a Paris.

Comentário (0)